• E-bit
  • E-bit
  • E-bit
  • E-bit

Blog da Auratec

  • Os super-poderes dos eventos geek

    Postado em 18/08/2017

    geek-evento

    Duas décadas atrás, ser fanático pelo universo nerd, leitor de quadrinhos, fã de super-heróis e um grande conhecedor de tecnologia era motivo de piadas e risadinhas. Hoje, na era da tecnologia, o termo nerd foi transformado no termo geek e os eventos do segmento se multiplicam e aumentam em dimensão a cada ano.

    O mercado geek é exigente e muito específico, além de economicamente promissor. Para não ficar de fora desse filão, vem conhecer mais sobre esse mundo super divertido!

    Quem são os geeks

    Longe daquele estereótipo do moleque tímido, de óculos e aparelho nos dentes, o geek é moderno e bem informado. Com um conhecimento mais profundo que a média sobre tecnologia, esse público é exigente e tem olho clínico para defeitos e falta de qualidade.

    Quadrinhos, desenhos animados, cinema, livros, ficção científica, tecnologia são parte dos assuntos que os interessam. Isso significa que existe uma gama grande de eventos que os contempla:

    - Feiras:  Comic Con, FIQ, Jedi Con, entre outras;

    -Encontros: Startup Weekend, Campus Party, entre outras;

    - Mostras: Anime Festival, Sana, entre outras.

    Porque investir no mercado geek

    Em um mundo onde a tecnologia domina, os antigos nerds tem galgado boas posições no mercado de trabalho, determinado novas formas de trabalhar e ditado tendências. Além do poder aquisitivo maior, esse segmento também se interessa, em profundidade, por temas variados.

    Mais do que simples entretenimento, estes eventos tendem a ser um espaço de networking poderoso. É possível que um mesmo indivíduo frequente vários eventos no mesmo ano, pois diferentes interesses serão parte de programações diferentes.

    Além disso, estes eventos tem características semelhantes aos eventos corporativos, gerando oportunidades de negócio e renda para a cidade que os sedia.

    Mercado em expansão, os eventos geek ainda tem bastante mercado a ser preenchido.

    Como se destacar na produção de eventos geek

    O que mais caracteriza esse público é, sem dúvida, a paixão pela inovação e tecnologia. Assim, usar a tecnologia na produção do evento é uma boa maneira de atraí-los. Você pode criar um aplicativo exclusivo do evento, que o auxilie a navegar pelo evento físico. Também pode criar games que sejam jogados entre os participantes do evento.

    Torne a experiência, desde a compra do ingresso, interessante e instigante. Venda ingressos online, crie um conteúdo incomum. Faça uma divulgação que vá além de peças gráficas simples.

    No dia do evento também use a tecnologia como sua aliada. Que tal bolar uma maneira simples, eficiente e 100% online de confirmar os ingressos na entrada? E criar diversos pontos responsivos a participantes que baixaram seus aplicativos? Todas essas atitudes tornarão o seu público fiel.

    Não é magia, é tecnologia

    Claro que apenas a tecnologia não basta. Lembre-se de ter uma programação consistente, com palestrantes, representantes e apresentações que chamem a atenção e ampliem o conhecimento. Antes de lançar qualquer tipo de gadget ou app, teste muitas vezes, garantindo que o mau funcionamento não irá desapontar e afastar seu público. Na comunicação, lembre-se de se informar e falar a língua geek sem parecer jocoso ou forçado. Para um bom geek, conhecimento é tudo.

    Claro que para criar a melhor estrutura para este tipo de eventos, ninguém melhor que a primeira empresa a fazer vendas online e instalar a solda por robôs do país, né? Com a qualidade e a tecnologia Auratec, seu evento vai dar um hadouken na concorrência.

    Este post foi publicado em Eventos, Mercado

  • O que você precisa para ser um produtor de eventos?

    Postado em 18/07/2017

    Produzir eventos parece uma profissão simples e divertida. Na maioria das vezes, as pessoas só veem o glamour e a comemoração que envolvem um evento bem-sucedido. No entanto, o staff de produção, em geral, é quem menos aproveita a festa.

    Se você tem interesse na profissão, mas está em dúvida se é o lugar certo para você, confira algumas características essenciais para um produtor.

    produtor-evento

    Seja extremamente organizado

    Existe um estereótipo de que quem trabalha com arte e entretenimento é desligado e desorganizado. Isso é equivocado. Um bom produtor tem que se ater a muitas demandas e dar conta de diversas tarefas antes, durante e depois do evento. Para ajudar nessa longa lista, ferramentas como o check list e aplicativos de lista e comunicação são grandes aliados desse profissional. A agenda também tem que estar sempre com o produtor.

    Documentar cada fase da produção é importante por vários motivos:

    • Fazer o controle de contas, relatando tudo que foi gasto e tudo que entrou, verificando a real situação financeira daquele evento
    • Ter consciência do que funciona e do que prejudicou a execução do evento, eliminando erros em uma próxima produção.
    • Ter um registro de contatos e fornecedores, se possível com observações sobre o trabalho deles, para usar (ou descartar) em ocasiões futuras.

    Tenha muita disposição

    No começo deste texto, falamos do glamour da produção de eventos. Na vida real, isso não existe. Produzir significa trabalhar durante todo o evento, garantindo que cada etapa saia perfeita. O produtor chega antes de todos, delega tarefas para equipe de montagem, e só sai quando a última peça de estrutura foi despachada.

    Ao longo do evento, é responsabilidade da produção cuidar de eventuais problemas e imprevistos. Ter o pensamento ágil e ser focado em solução é essencial para qualquer produtor.

    Também é de responsabilidade desse profissional lidar com os humores da equipe e dos artistas, mantendo todos satisfeitos e focados no sucesso dos eventos.

    Conheça muito bem o seu evento

    O briefing é uma ferramenta útil para que o produtor tenha claro qual o tipo, dimensão e necessidades do evento. Também é a partir deste documento que é possível transmitir a equipe o que será o evento.

    Não tenha medo de conversar bastante com os proponentes do evento, tirar todas as suas dúvidas e faça um relatório detalhado. Isso permitirá as melhores decisões de local, tamanho de equipe e sobre a divulgação mais adequada.

    Crie uma boa rede de contatos

    Existe uma máxima que diz que o importante não é saber, mas conhecer quem sabe. No caso da produção, isso é muito verdadeiro. Uma boa rede de contatos pode te salvar em demandas muito específicas de algum cliente. Também te dá possibilidades de negociação com fornecedores. Conhecer outros produtores é uma possibilidade de estar sempre trabalhando. Um contato sempre traz vários outros e relacionar-se bem com sua rede de contatos é profissionalmente enriquecedor.

    Um bom produtor se preocupará em ter a melhor estrutura, que atenda ao evento e forneça segurança para equipe e público. Para isso, você pode contar com as estruturas Auratec. Temos tudo aquilo que você precisa com o padrão de atendimento e qualidade que você merece.

    Este post foi publicado em Auratec, Dicas para Djs, Mercado

  • 3 bandas brasileiras para ficar de olho

    Postado em 11/07/2017

    A música brasileira é reconhecida no mundo todo por sua qualidade e variedade. Nacionalmente, todos os anos novas bandas surgem e batalham por um lugar ao sol no cada vez mais disputado cenário cultural brasileiro.

    Conheça 3 bandas brasileiras que ganharam o coração dos gringos e que vale a pena acompanhar de perto.

    Hurtmold

    A banda paulista surgiu em São Paulo em 1998. Misturando minimalismo, punk rock, jazz, funk, música eletrônica e até percussão, a Hurtmold tem uma carreira sólida de quase duas décadas e é muito respeitada no cenário independente nacional.

    O Hurtmold mudou bastante ao longo do tempo, mas a essência é um instrumental de qualidade, ousado e barulhento. Com seis álbuns, a banda é bastante sólida. Entre as colaborações que fizeram com estrangeiros, destaca-se o álbum Hurtmold & The Eternals, uma tiragem limitada de 1.000 vinis. Em 2008, a banda foi incluída na coletânea francesa de música brasileira “Brazuca”.

    Céu

    A paulista Céu ficou conhecida por sua voz rouca e suas composições que brincavam confortavelmente com samba e música eletrônica. Acompanhada por uma banda de primeira linha, Céu já gravou homenagem a Bob Marley – com a qual rodou o Brasil inteiro – e fez participações especiais com artistas como Otto, Tulipa Ruiz e Nação Zumbi.

    Seu segundo disco, Vagarosa, vendeu mais de 25 mil cópias na Europa. Desde então, Céu excursiona pelo velho mundo todos os anos, em shows cada vez mais cheios. Seu último disco, Tropix, deu um passo além e flertou mais com os efeitos eletrônicos e a música de pista. A música de trabalho, Perfume do Invisível, usa a linguagem glit e efeitos eletrônicos visuais para remixar as imagens. A cantora é uma das indicadas ao 28º Prêmio da Música Brasileira.

    Jaloo

    A cena paraense vem se impondo e surpreendendo o cenário nacional brasileiro. Apesar de afastado dos grandes centros, o Pará conseguiu criar uma cena cultural forte e ganhar espaço no mainstream e no meio independente. Jaloo é um dos expoentes dessa nova geração musical.

    Original de Castanhal, cidade na Zona Metropolitana de Belém, ele é cantor, compositor e dj e desde 2010 vem criando mashups e canções que chamam a atenção do público e da mídia. Assinou com o selo da Skol e lançou seus discos com uma super-produção. Misturando música local a grandes astros da música internacional, e compondo suas próprias canções, o artista ganhou respeito local e internacional. A artista canadense Grimmes ouviu o mashup de sua canção e elogiou Jaloo pela criação.

    A canção Chuva, principal hit do artista, faz sucesso em todo o Brasil.

    Que os artistas brasileiros são um sucesso, não existe dúvida. Para que seu evento também seja um acontecimento de nível internacional, conte com a qualidade das estruturas Auratec.

    Este post foi publicado em Curiosidades, Novidades

  • Box Truss Auratec e o Sistema de Elevação por Treliças

    Postado em 06/07/2017

     

    box-truss-elevaçao

    Você sabe o que é Box Truss? Box Truss são estruturas metálicas que utilizamos para montar diversos tipos de evento. Desde uma pequena pista de dança ao palco de um grande festival, o Box Truss é uma estrutura versátil, que se encaixa em qualquer tamanho e estilo de evento.

    Além da versatilidade, esta estrutura também é muito útil pois pode ser usada como suporte para equipamentos de som e luz e também como base para exibição de material promocional, como banners e backdrops.

    A Auratec tem sua própria linha Box Truss. Feitas em alumínio ou aço galvanizado, as peças têm a garantia de qualidade que a empresa oferece para você. Nossos kits promocionais são um sucesso por sua praticidade.

    Para facilitar ainda mais esse processo, a linha Box Truss da Auratec conta ainda com o Sistema de Elevação de Treliças. Buscando tornar a montagem da estrutura mais simples e rápida, esse sistema permite que as torres sejam montadas no nível do chão e, posteriormente, elevadas a altura desejada. Dessa maneira, é possível que os equipamentos de sonorização e iluminação também sejam montados no chão e os cabos preparados antes da elevação. Esse procedimento, além de conveniente, é mais seguro para montadores e para o manuseio do equipamento.

    No vídeo abaixo é possível ver as diferenças entra a montagem com o sistema de treliças e o sistema tradicional.


    O sistema de treliças é formado pelos itens Sleeve Block, Pau de Carga e Talha, todos produzidos pela Auratec. Agora que você já conhece o sistema Box Truss, é só escolher o mais adequado para o seu evento. Consulte nossos vendedores e faça a sua montagem com a qualidade Auratec.

    Este post foi publicado em Aprenda a montar, Auratec

  • Montando uma divulgação de sucesso

    Postado em 30/06/2017

    divulgacao-evento

    Muitas são as etapas para a produção de um evento. No meio de tantas tarefas, não é raro que os produtores acabem esquecendo de uma parte importante: a divulgação. O problema é que essa é uma etapa fundamental para que o evento seja um sucesso.

    Separamos algumas dicas para que produtores de todos os tamanhos façam uma divulgação eficiente, que gere bons resultados para os eventos.

    Planejando a comunicação

    O marketing do seu evento é importante para criar uma relação com seu público. Ele garante que a relação dos seus clientes com seu acontecimento, seja um evento corporativo, seja um show de pequeno porte, será duradoura e de qualidade. Defina qual seu público-alvo, descubra em quais meios esse público está presente e escolha as mídias corretas para posicionar suas peças. Outro ponto muito importante é determinar claramente qual o posicionamento do seu evento e qual o diferencial. A comunicação é parte da experiência que o evento oferecerá.

    E-mails como ferramenta de marketing

    Se você já tem uma base de e-mails cadastrados, pode usar isso a seu favor. Lembre de respeitar a privacidade do seu cliente. Faça um filtro em sua lista para saber quais se interessariam por aquele evento específico. Evite usar seus contatos pessoais se eles não te deram autorização para receber e-mails comerciais.

    A frequência dos e-mails também é importante. As mensagens devem trazer informações relevantes e que estejam diretamente ligadas ao evento. Por exemplo: o primeiro e-mail pode ser informando sobre o evento. Para aqueles que comprarem ingressos, pode ser criado uma mensagem com dicas para o evento.

    Redes sociais

    As redes sociais já foram um dos melhores meios para divulgar eventos de maneira espontânea. Hoje, o chamado alcance orgânico já não é dos melhores, mas as redes sociais diversas ainda são uma boa vitrine para qualquer marca ou produto.

    Antes de focar todas as suas atenções na internet – principalmente, em uma única rede – esteja certo de que seu público está presente e ativo nas redes sociais. Definido isso, veja quais são as redes de preferência e acerte o tom das peças gráficas e textos.

    Escala de preços

    Criar uma escala de preços pode ser benéfico para a publicidade do evento. As pessoas, em geral, não gostam da ideia de perder dinheiro. Ao divulgar o evento com um valor com data para acabar – o famoso lote – você estimula o seu público a se adiantar na compra do ingresso. Isso não apenas traz um retorno garantido, como auxilia a divulgação boca-a-boca. Cupons promocionais também são uma boa estratégia, com excelente divulgação espontânea.

    Promoções e brindes

    Incluir o seu cliente no evento é uma maneira de se relacionar com ele e criar um público fiel. Criar promoções que evolvem a participação do cliente é uma boa maneira de atrair pessoas e de desenvolver laços entre elas e seu evento.

    Por fim, ao final do evento, os brindes são uma lembrança simpática para marcar o coração do público. Elabore brindes bonitos, úteis, de boa qualidade e, claro, que tenham relação com o evento em questão.

    A divulgação é parte essencial do sucesso do seu evento, mas uma boa propaganda não é nada sem estrutura confiável. Independente do tamanho do seu evento, a Auratec tem a estrutura certa para te oferecer.

    Este post foi publicado em Dicas para Djs, Mercado

  • Check list: o carro-chefe de qualquer evento

    Postado em 20/06/2017

    Já falamos em outros textos da importância do check list. Independente do segmento, qualquer ocasião precisa ser bem controlada para que o público e o promotor do evento fiquem satisfeitos. A lista de checagem é o instrumento mais importante desse processo. Ela é elaborada bem antes do evento começar e será útil até o momento de avaliação da pós-produção.

    check-list

    Porque elaborar uma check list

    Todo evento conta com uma lista de demandas extensa. Em uma ponta, o idealizador tem uma expectativa alta, busca por qualidade e deseja que tudo saia perfeito. Em outra, o produtor precisa antecipar problemas e necessidades, evitando contratempos futuros, e comandar uma equipe variada. No meio disso está o público, que deve ser bem atendido e ter uma experiência positiva e marcante para que o evento tenha sucesso.

    Visando evitar erros e falhas que frustrarão o idealizador, decepcionarão o público e poderão colocar em xeque o funcionamento da produtora, a lista de controle é uma ferramenta preciosa. Nela é possível enumerar as necessidades técnicas, artísticas e de equipe, entre outras coisas. Ela servirá para determinar e acompanhar cada etapa da produção e também é uma lista de conferência pós-produção.

    O que colocar no check list

    De maneira geral, poderíamos dizer que tudo!

    O grande segredo é dividir o check list em categorias e etapas. Por exemplo, na etapa de pré-produção você pode colocar itens como Contratação de equipe, Escolha de espaço ou Definição da necessidade de estruturas. Essas categorias são redividas, na produção, em Divulgação, Transporte, Locação de Espaço ou Locação/Compra de estrutura, por exemplo.

    Na pós-produção, o check list será um guia para avaliar a qualidade de fornecedores e a eficiência das equipes e métodos de execução do evento.

    Use a tecnologia a seu favor

    Com tantos aplicativos que auxiliam na comunicação e organização da rotina, não perca a chance de eliminar a papelada. Atualmente, toda a equipe terá acesso a smartphones e com isso, além de comunicação constante, é possível atualizar o check list em tempo real, otimizando o processo.

    Entre os aplicativos mais recomendados para essa função, estão:

    → Log Me In Ignition: excelente para organizar funções e equipes, principalmente quando se está organizando mais de um evento ou palco ao mesmo tempo. Permite acesso remoto aos arquivos salvos na ferramenta, faz checagem de e-mails e executa programas diretamente do smartphone em que foi instalado.

    → Drive, Evernote, Google Keep: para guardar documentos e notas que precisam ser armazenados durante a produção do evento, esses três aplicativos são muito úteis. Eles permitem que se escaneie os documentos direto da câmera do celular e é possível compartilhar as pastas com pessoas específicas, facilitando o acesso.

    → Todoist: o queridinho dos coachs de organização é muito útil para o produtor de eventos. Crie o projeto, divida em equipes, delegue tarefas e controle tudo através dele.

    Use o check-list depois do evento

    O evento acabou e você precisa fazer o balanço dos erros e acertos. Use o check list para uma avaliação minuciosa de etapas, equipes, fornecedores, equipamentos, divulgação e gastos. Como todas as etapas e necessidades estão na lista, não há risco de deixar passar aquele fornecedor ou prestador de serviço que não atendeu as expectativas. Também é mais fácil identificar as pessoas que contribuíram realmente na equipe e quais erros podem ser evitados em uma próxima edição.

    Com todos esses cuidados, o check list será um aliado de qualquer produtor. Lembramos que, em qualquer evento, independente do porte, a estrutura é um dos pontos mais importantes e que precisa de mais atenção. Para contar com um bom atendimento e material de qualidade, entre em contato com a nossa equipe.

    Este post foi publicado em Dicas para Djs

  • Organizando um evento esportivo campeão

    Postado em 15/06/2017

    O mercado de eventos esportivos cresce cada vez mais. Depois de receber a Copa do Mundo e as Olimpíadas, o Brasil apresenta uma estrutura e um interesse crescente por essa área. As mudanças de hábito e busca por uma vida mais saudável também atraem público e produtores.

    Como esse evento atrai um público bem específico, de esportistas e interessados no esporte, é importante ter atenção aos detalhes e especificidades. Com as dicas abaixo, seu evento será um sucesso!

    evento-esportivo

    Escolhendo o local adequado

    O local deve se adaptar ao tipo de evento. Não é possível montar uma competição de mountain bike no plano ou uma maratona em terreno acidentado. Também é necessário levar em consideração a estrutura do local:

    • É de fácil acesso? Existe transporte público que leve ao local?

    • Existe estrutura de estacionamento?

    • Existe (ou é possível instalar) estrutura de banheiros?

    • Há comida e bebida disponível no local ou será necessário contratar esses serviços?

    É importante lembrar que, além dos competidores, há amigos, família e interessados, que comparecem a estes locais apenas para assistir. Para essa faixa de público, é confortável ter atrações e locais de descanso em meio as competições.

    Atenção as particularidades

    Cada tipo de esporte tem suas características. No seu planejamento, devem estar previstas as particularidades do esporte em questão. É um evento profissional ou amador? Que música deve tocar? Qual o tipo de premiação? Qual estrutura precisará ser criada?

    Estes detalhes também influenciarão nas linhas de comunicação do evento. Todas as peças de divulgação devem revelar o cuidado com as especificidades do esporte e seu público, mostrando que o evento se importa e dialoga com o público-alvo.

    Escolha de atrações

    Nem só da competição vive o evento esportivo. É possível convidar esportistas famosos para a abertura e entrega de prêmios. Também pode-se escolher bandas ou djs para fazerem a parte de entretenimento no dia da competição. Uma ótima escolha é oferecer opções de lazer para as crianças. Em eventos muito longos, que se estendem da manhã até o final do dia, elas podem ficar entediadas e irritadas, afastando uma parte do seu público. O importante é focar naquilo que combina com o seu evento e engrandece a experiência do público.

    Divulgação

    Como em qualquer outro acontecimento, a divulgação é essencial para o sucesso. Procure se comunicar em uma linguagem que seja familiar ao seu público. Crie hashtags que divulguem sua produção, especificamente, mas que também dialoguem com a área esportiva escolhida. Torne-se visível em pontos estratégicos, como lojas de material esportivo. Use a internet a seu favor, criando conteúdo relevante para esportistas profissionais e amadores.

    Montando a estrutura

    A segurança em um evento esportivo é muito importante. Por isso escolher a estrutura certa para palcos e arquibancadas é essencial. Ter uma equipe confiável e bem treinada, pronta para atender a emergências e problemas eventuais é a melhor maneira de evitar adversidades. Dimensione bem o público e conheça o terreno onde serão feitas as montagens para se resguardar de qualquer possibilidade de acidentes.

    Quando tiver definido tudo o que é necessário, lembre-se que a Auratec tem os melhores e mais seguros equipamentos para tornar sua produção um sucesso.

    Este post foi publicado em Eventos, Mercado

  • Mulheres no mercado de eventos

    Postado em 13/06/2017

    Segundo o International Business Report, o número de mulheres ocupando as primeiras posições em empresas no Brasil saiu de 5% em 2015 para 11% neste ano. O crescimento supera a porcentagem mundial, onde a presença feminina como CEO e CFO aumentou 2% nos últimos dois anos.

    Dentro do mercado de eventos não poderia ser diferente. Além de grandes artistas em cima dos palcos, nos bastidores existem cada vez mais mulheres, exercendo as mais variadas funções.

    mulheres-evento

    Mulheres na produção

    Não é raro ver mulheres na produção de eventos, independente do segmento. Por ser uma área que demanda muita organização e a capacidade de ser multitarefas, não é difícil associar essa posição à presença feminina.

    Essa função, porém, vai muito além da capacidade de organizar listas. Nomes como Heloísa Aidar, da Pommelo Produções – que trabalha com produção de shows, artistas e distribuição de discos – ou Ana Garcia, produtora do festival Coquetel Molotov, mostram que as produtoras são verdadeiras administradoras de empresas e carreiras. É necessário ter conhecimento sobre o mercado de eventos, business, turismo, marketing e tudo o que possa ajudar a catapultar o evento ou artista que está sendo produzido.

    Em março deste ano, a jornalista e produtora cultural Claudia Assef e a advogada Monique Dardenne lançaram o Women Music Event (WME), uma plataforma virtual e evento anual para reunir mulheres de todas as áreas da produção musical. No site, foi criado um banco de dados de profissionais que registra mais de 40 profissões e reúne mulheres de todo o Brasil, atuantes em técnica de som, jornalismo cultural, iluminação, montagem de palco, entre outras áreas.

    As meninas da técnica

    Apesar de ainda ser raro ver mulheres transitando na parte técnica de shows e eventos, elas vem aparecendo mais. Um exemplo bem interessante é a cantora e compositora carioca Marcela Vale, a Mahmundi. Antes de estrear nos palcos e virar uma das queridinhas do produtor Eduardo Miranda, Marcela era engenheira de som do tradicional Circo Voador. O conhecimento com produção musical ajudou a carioca a produzir as próprias canções.

    Em Belo Horizonte, o estúdio Maré Áudio Criativo é comandado pela engenheira Flora Guerra. A moça, que cursou engenharia já pensando em trabalhar com áudio, também faz engenharia de som para vários artistas da capital mineira e oferece uma oficina de montagem de palco para mulheres. A intenção é qualificar outras garotas e estimular uma maior presença feminina nas equipes de eventos e casas de show.

    Djanes: as mulheres da música eletrônica

    Na música eletrônica, podemos encontrar mulheres desde pelo menos os anos 60. Nomes como Delya Derbshire ou Donna Summer são pioneiras desse segmento. Sylvia Robinson foi responsável por lançar o primeiro disco de hip hop já registrado. Sharon White foi a única mulher a discotecar no lendário Studio 54, em Nova York.

    No Brasil, a agência 24 BiT, fundada pelas amigas Fernanda Paludo, Priscila Prestes e a dj Aninha, agencia a carreira de Djanes como Antonela Giampietro, Aninha, Eli Iwasa e Nastia, todas brasileiras. O WME também nasceu com um pé na música eletrônica, seara de conhecimento de suas produtoras. Das 100 maiores Djs do mundo, segundo lista do site Shejay, 7 nomes são brasileiros.

    Grandes fenômenos mundiais controlam todas as etapas de suas carreiras. Madonna, para citar um dos maiores exemplos, comanda toda a produção de suas músicas e espetáculos, dos aspectos mais técnicos à concepção artística. Na geração mais nova, Miley Cyrus dirige todo o processo, acompanhada por sua mãe, responsável pela logística e gerenciamento de marca de sua carreira. Muitos grandes nomes podem ser citados – de Cher a Anitta – para exemplificar a presença de mulheres no gerenciamento e produção de suas carreiras e eventos.

    Equipe certa, equipamento adequado

    Seja na produção, na técnica ou dando um show em palcos e pickups, as mulheres têm aumentado a cada dia sua presença no mercado de eventos. Exigentes e muito organizadas, elas se preocupam em ter sempre a melhor estrutura para atender seus artistas e público. Com equipamentos leves e de montagem prática, a Auratec tem várias opções para atender as exigências e diversidade dessas produtoras.

    Este post foi publicado em Mercado

  • Equipe técnica: a estrutura por trás do palco

    Postado em 01/06/2017

    Em todo evento, aquilo que vemos são os artistas, palestrantes e homenageados. As pessoas que estão no centro das atenções, seja em um grande festival, em congressos ou eventos pessoais, como casamentos, são a razão pela qual esses encontros acontecem. Porém, antes que elas cheguem até ali, um longo caminho foi percorrido. Hoje, falaremos um pouco sobre a equipe de produção.

    equipe-tecnica

    Os primeiros passos do evento

    Muito tempo antes do evento realmente acontecer, uma equipe inteira já está trabalhando em sua concepção. No caso de eventos profissionais e de negócios, é montada uma comissão organizadora que determinará a temática do evento, a expectativa de público, a cidade-sede e o melhor local. Para eventos de entretenimento, existe a concepção e elaboração do projeto, que é submetido a leis de incentivo e avaliação de patrocinadores, na maioria das vezes. Em eventos sociais, como casamentos e formaturas, a fase de pré-produção pode chegar a 4 anos. Durante esse período, os custos são calculados e a comissão de formatura ou os noivos e suas famílias vão em busca de fundos para financiar o grande sonho.

    Esse primeiro momento precisa ser organizado com calma, pois determinará todo o evento. É um trabalho sério e detalhado, que administra expectativas e costuma levar bastante tempo.

    A equipe

    Quando vemos artistas no palco, palestrantes em suas mesas e noivos dançando sua primeira valsa, esquecemos completamente que há uma equipe inteira trabalhando por muito tempo para que tudo saia sem falhas. No entanto, qualquer falha em um evento é, automaticamente, atribuída a produção. Trabalhar nessa área é uma função ingrata, uma vez que quase nunca se ouve os elogios e quase sempre se é responsável pelas reclamações. Por outro lado, mesmo que nenhum convidado venha a saber, é uma satisfação imensa ver tudo se realizar com harmonia e as festas, shows e apresentações serem um sucesso.

    A produção não é um trabalho solitário. Mesmo que haja apenas um coordenador, a equipe é composta por vários outros funcionários, exercendo diferentes funções.

    • Produtores: em geral, as equipes contam com mais de um produtor, principalmente em eventos grandes. Há um coordenador de produção e produtores executivos. O produtor está nos eventos desde sua concepção, ajuda a elaborar projetos, calcula orçamentos de equipamentos e equipe e, não raro, se envolve com a divulgação. Também costuma ser a ponte entre artistas e/ou empresários e o restante da equipe, tendo a responsabilidade de conseguir se comunicar bem com as duas pontas dessa corrente.
    • Cerimonialistas: esse cargo se diferencia por pouco do produtor. Normalmente atuando em eventos pessoais e corporativos, esse profissional costuma ter uma rotina tão puxada quanto a da noiva ou dos formandos. Acompanham decisões essenciais, como escolha de buffet, decoração e fotografia. Garantem que os convidados sejam bem recebidos e bem tratados, que não falte comida ou bebida durante a festa e que os cronogramas sejam seguidos.
    • Roadies: Os roadies têm, pelo menos, 2 grandes responsabilidades: montar a estrutura de forma rápida e segura e organizar o palco para atender aos músicos. Trabalham diretamente com o produtor, o técnico de som e os músicos. Também é função deles o trabalho pesado: carregar estruturas, equipamentos e instrumentos, desmontar os palcos, carregar e descarregar carros de entrega. Grandes bandas costumam ter seus próprios roadies e trazê-los em turnê. Isso garante que o palco estará exatamente como desejado pelos artistas.
    • Técnico de som: regulando os microfones de palestras ou extraindo o melhor som em praça aberta, o técnico de som é essencial para o êxito do evento. É primordial ter muito conhecimento sobre engenharia sonora e sensibilidade para entender o som exigido para a ocasião.
    • Iluminadores: Na iluminação, há dois tipos de profissional, os montadores e o técnico de luz. Eles se complementam. O técnico de luz define a melhor iluminação para cada ambiente, o que será escondido e o que estará em foco. Aos montadores, cabe instalar os equipamentos de maneira perfeita e segura, gerando os resultados esperados pelo técnico.
    • Serviço: Seguranças, garçons, cozinheiros, recepcionistas, equipe de limpeza: como faríamos um evento sem eles? Essa equipe precisa ser extremamente bem treinada e lida com situações complicadas, como banheiros entupidos, brigas, convidados que se tornam inconvenientes. Nos bastidores, são tão importantes quanto a atração principal para o sucesso do evento.

    Muito além da equipe

    Independente da função, trabalhar com eventos é ser multitarefa. Nunca sabemos quando aparecerá um imprevisto, se alguém faltará ou se a previsão de sol se transformará uma chuva torrencial. Para ajudar a administrar todos esses fatores, muitos produtores lançam mão da tecnologia.

    Há uma série de aplicativos – Evernote e Tape a Talk, por exemplo – que facilitam a comunicação entre a equipe, atualizam em tempo real e permitem que todo o evento fique na palma da mão, sem papéis e envolvidos. As plataformas de venda de ingresso e promoção de eventos também são uma mão na roda para equipes de produção, além de facilitar a vida do público.

    Claro que tudo isso não tem nenhum valor se a estrutura escolhida não for de qualidade e comprometer a segurança e execução efetiva do evento. A Auratec oferece estruturas modulares, leves e de fácil montagem que atendem as necessidades de qualquer evento. Para saber mais sobre nossos produtos, não deixe de entrar em contato.

    Este post foi publicado em Mercado

  • Hotelaria e eventos: uma parceria de sucesso

    Postado em 22/05/2017

    O setor de eventos no Brasil sofreu alguma retração nos últimos dois anos, mas apresenta indicativos de recuperação em 2017. Na última década, com o país tornando-se foco da atenção mundial, especialmente depois de receber a Copa do Mundo 2014 e as Olimpíadas 2016, a hotelaria buscou aumentar a sua estrutura para recepção de eventos. Essa é uma aposta do mercado para aquecer o setor de hospedagens.

    hotel-eventos-auratec

    Hotelaria e eventos no Brasil

    Entre 2003 e 2014, os congressos e convenções de negócios internacionais realizados no país registraram um aumento de 369%, segundo o Ministério do Turismo. Esses eventos são responsáveis por uma porcentagem expressiva do turismo internacional no Brasil. O mercado interno também é aquecido por eventos de porte regional e nacional. O país figura entre os 20 primeiros países para a realização de eventos profissionais, segundo a ICCA-International Congress and Convention Association.

    Percebendo o volume e a importância desses acontecimentos, o setor hoteleiro tem se estruturado não apenas para receber hóspedes, mas para abrigar todo o evento.

    Entre as vantagens de realizar eventos dentro de um hotel, podemos listar:

    • Os participantes estarão hospedados no mesmo local do evento, evitando deslocamentos e gerando mais comodidade.
    • Hotéis já contam com uma equipe preparada para receber, acomodar e acompanhar os hóspedes, garantindo um tratamento de qualidade aos participantes do evento.
    • A estrutura de catering existe no local. Não é necessário contratar novos fornecedores ou equipe de garçons.

    Além disso, o sistema de hotelaria pode atender a diferentes públicos e aos mais variados tipos de evento: casamentos, formaturas, festas de 15 anos caminham ao lado de eventos internacionais da área de saúde, direito, economia e cultura.

    Benefícios para o setor hoteleiro

    Se fazer eventos em hotéis traz vários proveitos para o produtor, os locais também são beneficiados. Essa via de mão dupla tem sido uma aposta dos dois setores para enfrentar momentos desafiadores para o mercado. Em parceria com a produção de eventos, a esfera de hospedagens:

    1) Combate a sazonalidade: como falamos nesse texto, eventos corporativos não dependem da estação para acontecer. Assim, os hotéis preparados para recebê-los deixam de depender da alta temporada turística para manter seus quartos lotados.

    2) Gera novas possibilidades de receita: cria-se oportunidades de geração de receita a partir da locação de espaços e fornecimento de estrutura.

    3) Atrai novos públicos: a cada novo evento, apresenta-se um perfil diferente para o hotel, fazendo com que pessoas novas se interessem em voltar a se hospedar ali. É também um público diferenciado, que espera um atendimento profissional e as comodidades necessárias para acompanhar uma rotina rígida de compromissos.

    4) Faz frente à concorrência: um espaço para atender a contento todas as demandas dos mais variados eventos certamente se coloca um passo a frente da concorrência, em qualidade de serviços e inovação

    5) Aumento da rede de relacionamento: além da possibilidade de se relacionar com diferentes públicos, aumentando o networking, a criação de áreas para eventos coloca hotéis em relação com outros setores de mercado, ampliando possibilidades de negócios.

    Aproveitamento para a produção de eventos

    Em contrapartida, a produção de eventos ganha muito ao entrar em contato com o setor hoteleiro. Eles podem receber diferentes portes de festas e encontros, de acordo com sua estrutura. Desde simples reuniões de empresas até congressos com os mais importantes profissionais; de casamentos intimistas a grandes festas de formatura, um mesmo espaço pode suprir todas as necessidades. A localização dos espaços costuma ser de fácil acesso e muitos hotéis têm serviço próprio de traslado para aeroportos e rodoviárias. Há empresas de turismo vinculadas às de hospedagem, concentrando todos os serviços em um só local. Os espaços são bastante customizáveis, permitindo a montagem de diferentes estilos de evento.

    Para que essas customizações e as diversas adaptações necessárias sejam eficientes e não danifiquem a estrutura dos hotéis, é importante escolher os equipamentos mais adequados. A linha Alumalock é ideal para essas situações. Produzida para um encaixe específico, ela permite que as estruturas fiquem suspensas, diferente das sustentações tradicionais.

    Com o crescimento e a profissionalização da rede hoteleira, a parceria com a produção de eventos só tem a beneficiar aos dois lados, fazendo com que o mercado de eventos no Brasil cresça e se capacite cada vez mais.

    Este post foi publicado em Mercado

Itens 1 para 10 do 244 total

Página:
  1. 1
  2. 2
  3. 3
  4. 4
  5. 5
  6. ...
  7. 25